Voltar ao Portal Ecclesia
Atualizações e notícias Seleção de textos Subsidios homiléticos para Domingos e Grandes Festas Seleção de ícones bizantinos Galeria de Fotos Clique aqui para enviar-nos seu pedido de oração Calendário litúrgico bizantino Clique para deixar sua mensagem em nosso livro de visitas A Montanha Sagrada Links relacionados Contate-nos
 
 
 
   
 
 
 
 

Domingo, 18 de Outubro de 2015:

«Santo Apóstolo e Evangelista Lucas»

(20º depois de Pentecostes - Modo 3)

LEITURAS BÍBLICAS - OFÍCIO DE VÉSPERAS:

  • 1Jo 1, 1-7 (1ª leitura)
  • Tg 1, 1-12 (2ª leitura)
  • Jd 1, 1-7, 17-25 (3ª leitura)

DO DIA:

  • Gl 1, 11-19 (Epístola)
  • Lc 8, 5-15 (Evangelho)

Matinas

Evangelho

[Jo 20: 19-31]

Evangelho de Jesus†Cristo, segundo o Evangelista São João.

aquele tempo, chegada, pois, a tarde daquele dia, o primeiro da semana, e cerradas as portas onde os discípulos, com medo dos judeus, se tinham ajuntado, chegou Jesus, e pôs-se no meio, e disse-lhes: Paz seja convosco. E, dizendo isto, mostrou-lhes as suas mãos e o lado. De sorte que os discípulos se alegraram, vendo o Senhor. Disse-lhes, pois, Jesus outra vez: Paz seja convosco; assim como o Pai me enviou, também eu vos envio a vós. E, havendo dito isto, assoprou sobre eles e disse-lhes: Recebei o Espírito Santo. «queles a quem perdoardes os pecados lhes são perdoados; e àqueles a quem os retiverdes lhes são retidos. Ora, Tomé, um dos doze, chamado Dídimo, não estava com eles quando veio Jesus. Disseram-lhe, pois, os outros discípulos: Vimos o Senhor. Mas ele disse-lhes: Se eu não vir o sinal dos cravos em suas mãos, e não puser o meu dedo no lugar dos cravos, e não puser a minha mão no seu lado, de maneira nenhuma o crerei. E oito dias depois estavam outra vez os seus discípulos dentro, e com eles Tomé. Chegou Jesus, estando as portas fechadas, e apresentou-se no meio, e disse: Paz seja convosco. Depois disse a Tomé: Põe aqui o teu dedo, e vê as minhas mãos; e chega a tua mão, e põe-na no meu lado; e não sejas incrédulo, mas crente. E Tomé respondeu, e disse-lhe: Senhor meu, e Deus meu! Disse-lhe Jesus: Porque me viste, Tomé, creste; bem-aventurados os que não viram e creram. Jesus, pois, operou também em presença de seus discípulos muitos outros sinais, que não estão escritos neste livro. Estes, porém, foram escritos para que creiais que Jesus é o Cristo, o Filho de Deus, e para que, crendo, tenhais vida em seu nome.

Divina Liturgia

Apolitíkion

Rejubilem-se os céus e alegre-se a terra, 
pois o Senhor manifestou a força de seu braço; 
com sua morte venceu a morte, 
tornou-se o primogênito dos mortos; 
libertou-nos das entranhas dos infernos 
revelando ao mundo a grande misericórdia!

Apolitikion da Festa

Glorioso apóstolo, como podemos chamar-te?
Tesouro seguro das graças dos céus,
médico solícito na cura das almas e dos corpos;
colaborador e companheiro de viagem de Paulo;
redator dos Atos dos Apóstolos, São Lucas:
tantos nomes para outras tantas qualidades;
intercede para a salvação das nossas almas.

Kondakion

Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo.

Hoje te levantaste da tumba, ó Compassivo,
e nos conduziste para fora das portas da morte,
Hoje Adão dança e Eva se regozija
e com eles os Profetas e os Patriarcas
louvam sem cessar o divino poder de tua autoridade.

Theotokion

Agora e sempre e pelos séculos dos séculos. Amém

Tu, que te preocupavas com a salvação do gênero humano
a ti cantamos, Virgem Mãe de Deus!
Teu Filho e nosso Deus, com o puríssimo corpo recebido de ti,
padecendo os sofrimentos da cruz livrou-nos da iniquidade,
Ele, o amigo dos seres humanos.

Tropários da Festa

Santo apóstolo e evangelista Lucas,
suplica a Deus Misericordioso,
que conceda às nossas almas
o perdão de nossos pecados.
Discípulo do Verbo Divino te tornaste;
junto com o apóstolo Paulo iluminaste a terra inteira
e, ao escrever o evangelho, dissipaste as trevas.

Tropário da Dormição de São Lucas

São Lucas, apóstolo bem-aventurado de Cristo,
iniciado nos inefáveis mistérios,
bem como doutor dos gentios,
com o divino Paulo e a pura Mãe de Deus,
da qual pintaste com amor o santo ícone,
intercede por nós que veneramos
e confessamos a tua santa dormição.

Prokimenon

Cantai salmos ao nosso Deus, cantai! 
Cantai salmos ao nosso Rei, cantai!

Nações, aplaudi todas com as mãos, 
aclamai a Deus com vozes alegres!

EPÍSTOLA

[Cl 4, 5-9, 14, 18]

Epístola do Apóstolo São Paulo aos Colossenses.

rmãos, andai com sabedoria para com os que estão de fora, remindo o tempo. A vossa palavra seja sempre agradável, temperada com sal, para que saibais como vos convém responder a cada um. Tíquico, irmão amado e fiel ministro, e conservo no Senhor, vos fará saber o meu estado; o qual vos enviei para o mesmo fim, para que saiba do vosso estado e console os vossos corações; juntamente com Onésimo, amado e fiel irmão, que é dos vossos; eles vos farão saber tudo o que por aqui se passa. Saúda-vos Lucas, o médico amado, e Demas. Saudação de minha mão, de Paulo. Lembrai-vos das minhas prisões. A graça seja convosco. Amém.

Aleluia (Modo 3)

Aleluia, aleluia, aleluia!

Junto de Ti, Senhor, me refugiei; 
não seja eu confundido para sempre,  por tua justiça, livra-me! 
Aleluia, aleluia, aleluia!

Sê para mim um Deus protetor 
e uma casa de refúgio que me abrigue.
Aleluia, aleluia, aleluia!

Evangelho

[Lc 10, 16-21]

Evangelho de Jesus†Cristo, segundo o Evangelista São Lucas.

aquele tempo, disse Jesus: «Quem vos ouve a vós, a mim me ouve; e quem vos rejeita a vós, a mim me rejeita; e quem a mim me rejeita, rejeita aquele que me enviou. E voltaram os setenta com alegria, dizendo: Senhor, pelo teu nome, até os demônios se nos sujeitam. E disse-lhes: Eu via Satanás, como raio, cair do céu. Eis que vos dou poder para pisar serpentes e escorpiões, e toda a força do inimigo, e nada vos fará dano algum. Mas, não vos alegreis porque se vos sujeitem os espíritos; alegrai-vos antes por estarem os vossos nomes escritos nos céus». Naquela mesma hora se alegrou Jesus no Espírito Santo, e disse: «Graças te dou, ó Pai, Senhor do céu e da terra, que escondeste estas coisas aos sábios e inteligentes, e as revelaste às criancinhas; assim é, ó Pai, porque assim te aprouve»

Discípulo do Verbo Divino te tornaste;
junto com o apóstolo Paulo iluminaste a terra inteira
e, ao escrever o evangelho, dissipaste as trevas.

O kondakion acima canta o evangelista São Lucas, resumindo seus dados biográficos essenciais. Em concomitância com a romana, a igreja bizantina também celebra essa festa dia 18 de outubro. Seguindo o amplo desenvolver-se do Ofício do dia, o Minéon - o "próprio" das Vésperas e das Matinas - diz muitas outras coisas a respeito de São Lucas, embora expressas em forma de oração.

Glorioso apóstolo, como podemos chamar-te?
Tesouro seguro das graças dos céus,
médico solícito na cura das almas e dos corpos;
colaborador e companheiro de viagem de Paulo;
redator dos Atos dos Apóstolos,
São Lucas: tantos nomes para outras tantas qualidades;
intercede pela a salvação das nossas almas."

Ainda nas Vésperas, os textos dirigem-se a ele qual "sólido fundamento da fé," "Iuminar da suprema luz," "não só companheiro, mas também imitador do Vaso de eleição." Outra prece das Vésperas diz:

Admirável Lucas, jóia dos Antioquenos,
intercede perante o Salvador nosso Deus,
te suplicamos, pelos fiéis que celebram
tua sagrada memória.

A alusão aos "Antioquenos" revela-nos o lugar de procedência de São Lucas. Era um sírio, inicialmente pagão, no qual o anúncio evangélico penetrou em profundidade. Não somente foi o cantor da bondade divina - para lembrar uma expressão de Dante, mas foi também apóstolo incansável que acompanhou Paulo na sua segunda viagem missionária, até Roma. Permaneceu-lhe fiel durante o tempo em que Paulo foi prisioneiro e deu continuidade à sua obra para que fosse conhecida a universalidade da mensagem da salvação que Jesus Cristo tinha confiado aos seus discípulos. Diz-se que pregou o evangelho na Galácia, no Egito e na Tebaida. Morreu na Bitínia aos 84 anos de idade. Esses são dados tradicionais que nem todos aceitam, bem como a identificação do evangelista com o homônimo companheiro de Cléofas, no caminho de Emaús.

A liturgia bizantina várias vezes repete que o evangelista Lucas viveu a experiência do encontro com o Ressuscitado no caminho de Emaús, embora o tenha reconhecido somente ao partir o pão. Também a liturgia repete que Lucas conhecia a arte de curar:

Bem-aventurado Lucas, repleto da sabedoria de Deus,
aprendeste a medicina das almas além da dos corpos;
numa e na outra foste excelente,
pelo que, curando as almas e os corpos
os elevas ao amor como sobre asas;
cada dia os elevas para o céu
e intercedes por aqueles que te exaltam. (Laudes).

Outro dado da tradição, apreciado pelos artistas de todos os tempos, e pelo qual São Lucas se tornou o padroeiro deles, nós o depreendemos de uma oração do ofício matinal bizantino:

São Lucas, apóstolo bem-aventurado de Cristo,
iniciado nos inefáveis mistérios,
bem como doutor dos gentios,
com o divino Paulo e a pura Mãe de Deus,
da qual pintaste com amor o santo ícone,
intercede por nós que veneramos
e confessamos a tua santa dormição.

Todos concordam em ser agradecidos a São Lucas pelos muitos retratos da Virgem que nos deixou, especialmente nos primeiros capítulos do seu evangelho.

Qual imenso patrimônio artístico está ligado às cenas lucanas da anunciação, da visitação, do nascimento de Jesus com a adoração dos pastores, e da circuncisão! Mas a tradição bizantina nos transmite também que São Lucas chegou a pintar as feições humanas da Mãe de Deus e atribui-se ao seu pincel o famoso ícone da Virgem Odighitria de Constantinopla e outros ícones que mais tarde chegaram até a Itália.

"A graça do Paráclito, do qual foste morada,
difundiu-se copiosamente em teus lábios
e fez de ti (ó São Lucas) um pregador da paz
para os fiéis que elevam hinos:
Glória à tua potência, Senhor" (Cânon).

"Vinde todos, aclamemos o apóstolo Lucas
como nosso guia na fé:
destruindo a mentira dos falsos deuses,
conduziu-nos para a luz e para a vida
e nos ensinou a glorificar a Trindade;
venerando a sua memória,
celebramos fielmente o Senhor" (kathisma).

Lucas é chamado "Servidor da encarnação do Verbo" e por seus escritos "nós chegamos a conhecer a certeza das palavras divinamente inspiradas" cujas narrativas são "como as haviam transmitido os que foram testemunhas oculares."

Concluiremos com um hino das Vésperas:

Salve, o único que nos descreveste a saudação angélica,
a jubilosa anunciação da Virgem imaculada,
a concepção do Batista que desde o ventre maternal
a chama de Genitora do Senhor;
o nascimento do Verbo, as tentações, os milagres,
os discursos, os sofrimentos, a morte na cruz,
a ressurreição da qual tu foste testemunha,
a ascensão e a descida do Espírito,
os atos dos apóstolos e mormente de Paulo
do qual foste companheiro em suas viagens.
Tu, Apóstolo-médico e o luminar da Igreja,
guarda-a sem cessar.

FONTE:

DONADEO, Madre Maria «O Ano Litúrgico Bizantino», São Paulo: Ed. Ave Maria, 1990.