Portal Ecclesia
Atualizações e notícias Seleção de textos Subsidios homiléticos para Domingos e Grandes Festas Seleção de ícones bizantinos Galeria de Fotos Clique aqui para enviar-nos seu pedido de oração Calendário litúrgico bizantino Clique para deixar sua mensagem em nosso livro de visitas A Montanha Sagrada Links relacionados Contate-nos
 
 
  MOSCOU - Rússia:
     

A Catedral de Cristo Salvador

a beira do rio Moscou, não muito longe do Kremlin, uma linda catedral com cinco cúpulas douradas chama a atenção dos turistas que visitam a capital russa. A catedral do Cristo Salvador é um marco na cidade, não só pela sua beleza, mas também pela sua história incomum.

A igreja original que existia no local foi destruída pelos comunistas em dezembro de 1931. A intenção era construir no mesmo local um "Palácio dos Sovietes", com uma torre de 415 metros de altura coroada por uma estátua de Lênin. Mas o plano nunca saiu do papel.

Nos anos 80 surgiu o movimento para reconstrução da catedral e em 1994, o governo de Moscou, já depois do final do comunismo, decidiu apoiar a idéia. A obra começou no início de 1995 e foi completada só no ano 2000.

No lugar mais vistoso de Moscou a poucos metros do Kremlin no ano de 1997 foi construída a Catedral de Cristo o Salvador. Esta Catedral se considera a principal da cidade de Moscou. No início do séc. XIX por ordem do imperador Alexandre I em honra à vitória do exército russo sobre o Napoleônico se decidiu construir a Catedral de Cristo o Salvador. Porém, as obras neste lugar começaram em 1839 sob o poder do imperador russo Nicolas I. O 26 de maio de 1883 o mesmo dia que a coroação do l Imperador Alexandre III a Catedral foi aberta ao culto.

Clique sobre as imagens para ampliar

epois Revolução Socialista de outubro, o governo soviético no ano de 1931 destruiu esta Catedral - como símbolo do império czarista. Neste mesmo lugar planejavam erigir o Palácio do Soviet, porém por numerosas causas técnicas, no lugar da catedral se fez uma piscina ao ar livre que permaneceu aí até início dos anos 90.

Graças aos esforços do Patriarcado Ortodoxo de Moscou e toda a Rússia e do alcalde de Moscú Yuri Luzhkov em 1994 se decide voltar a construir, no mesmo lugar uma Catedral idêntica a que esteve aqui nosiglo XIX/XX.

sta foi construída para o 850º aniversário da cidade (em 1997) e desde o começo de 1999 esteve sendo pintado pelos melhores pintores da Academia de Belas Artes da Rússia dirigida por Z. Tsereteli. A Catedral teve suas portas abertas em 19 de agosto do ano 2000. Sua altura máxima é de 103,48 metros, e a espessura das paredes chegando a 3,2 metros. Tem capacidade para mais de 10.000 pessoas. A altura do iconostase é de 27 metros, com área total de piso de 4.000 m², área das pinturas murais de 22.000 m². 2.000 lâmpadas de 30 diferentes tipos iluminam a Catedral que pode ter acendidas até 3100 velas simultaneamente.

 

 
       
A Igreja Ortodoxa | Patriarcado Ecumênico | Arquidiocese Grega | O Monte Athos | Calendário Litúrgico | Canto Bizantino | Sinaxe | Synaxarion | Oratório | Sophia | N E W S