Portal Ecclesia
A Igreja Ortodoxa Atualizações e notícias Seleção de textos Subsidios homiléticos para Domingos e Grandes Festas Calendário litúrgico bizantino Galeria de Fotos Seleção de ícones bizantinos Clique aqui para enviar-nos seu pedido de oração Links relacionados Clique para deixar sua mensagem em nosso livro de visitas Contate-nos
 
 
Biblioteca Ecclesia
 
 
 

Catecismo Breve

«Ortopráxis - maneiras de viver a Ortodoxia»

6. Como persignar-se corretamente


«O Sinal da Cruz»

Deve-se juntar os três primeiros dedos da mão direita (polegar, indicador e médio) simbolizando a Indivisível Santíssima Trindade. Os outros dois dedos (anular e mínimo) devem ser firmemente apertados à palma da mão, significando as duas naturezas de Cristo: a humana e a divina. Os três dedos juntos tocam primeiro a fronte, para abençoar o raciocínio; depois sobre o estômago, para abençoar os sentimentos; em seguida, sobre o ombro direito e, imediatamente, sobre o esquerdo para abençoar a força física, corporal. Baixando então a mão, fazemos uma pequena inclinação em reverência aos sofrimentos de Cristo sobre o Gólgota na cruz, sinal que acabamos de traçar sobre nós.

O Sinal da Cruz nos acompanha em todo o tempo e lugar: nos persignamos ao deitar e ao levantar, saindo à rua e entrando na igreja, ao sentarmos à mesa damos graças ao Senhor pelo alimento, fazendo o Sinal da Cruz sobre nós mesmos e sobre os alimentos que estão sobre a mesa, bem como ao final das refeições em agradecimento.

Ao traçarmos sobre nosso próprio corpo o Sinal da Cruz de Cristo, afirmamos, simultaneamente, a nossa fé na Santíssima Trindade e na essência de Cristo.

Convém ainda salientar que até o século XI todos os cristãos, no Oriente e no Ocidente, se benziam como nós, Ortodoxos, o fazemos.

 

Voltar à página anterior Topo da página
NEWSIgreja Ortodoxa • Patriarcado Ecumênico • ArquidioceseBiblioteca • Sinaxe • Calendário Litúrgico
Galeria de Fotos
• IconostaseLinks • Synaxarion • Sophia • Oratório • Livro de Visitas