Portal Ecclesia
A Igreja Ortodoxa Atualizações e notícias Seleção de textos Subsidios homiléticos para Domingos e Grandes Festas Calendário litúrgico bizantino Galeria de Fotos Seleção de ícones bizantinos Clique aqui para enviar-nos seu pedido de oração Links relacionados Clique para deixar sua mensagem em nosso livro de visitas Contate-nos
 
 
Biblioteca Ecclesia
 
 
 

Catecismo Breve

«Ortopráxis - maneiras de viver a Ortodoxia»

27. O rosário bizantino (kombuskini)

«Cordão de Oração»
(kombuskini)

A vida do cristão é trabalho e oração. «Orai incessantemente» (1Tes. 5, 17), assim nos recomendou o apóstolo Paulo e os santos de nossa Igreja que, por experiência, falam do poder e da eficácia da oração permanente. A oração mais freqüente, à chamada «oração de Jesus». É a oração mais antiga do cristianismo, pois recorda o pedido do cego de nascença: «Senhor Jesus Cristo, Filho de Deus, tem piedade de mim pecador!»

Se reuníssemos todos os escritos dos santos padres a respeito desta oração, teríamos muitos volumes. A brevidade e a simplicidade desta oração permite que todo cristão possa rezá-la muitas vezes ao dia. Como rezar contando o número de vezes? Eis aqui o rosário que nos ajuda nisto. O fato de tê-lo em nossas mãos ou em um dos bolsos da camisa ou da calça, nos recorda da prática da oração.

O rosário bizantino é feito de fios de lã. O número de contas que compõe um rosário bizantino varia: 50, 100 ou 150. A cada 10 contas há uma separação por uma conta maior onde se reza o «Pai-nosso». Ao terminar, reza-se: «Verdadeiramente é digno e justo...»

Na Rússia antiga, o rosário tinha outro formato, o de uma escadaria, igualmente fechada, composta de vários degraus. Chamava-se «escadaria» e significava, no sentido espiritual, a escada da salvação, a escada da subida ao Céu. O circulo fechado do rosário significa a oração interminável, eterna.

O rosário bizantino ou «kombuskini», faz parte do hábito dos monges; os leigos podem usá-lo com a bênção do padre espiritual. Como toda coisa sagrada, o rosário é abençoado e deve ser usado com respeito e sem ostentação.

 

Voltar à página anterior Topo da página
NEWSIgreja Ortodoxa • Patriarcado Ecumênico • ArquidioceseBiblioteca • Sinaxe • Calendário Litúrgico
Galeria de Fotos
• IconostaseLinks • Synaxarion • Sophia • Oratório • Livro de Visitas