Portal Ecclesia
A Igreja Ortodoxa Atualizações e notícias Seleção de textos Subsidios homiléticos para Domingos e Grandes Festas Calendário litúrgico bizantino Galeria de Fotos Seleção de ícones bizantinos Clique aqui para enviar-nos seu pedido de oração Links relacionados Clique para deixar sua mensagem em nosso livro de visitas Contate-nos
 
 
Biblioteca Ecclesia
 
 
 

Catecismo Breve

«Ortopráxis - maneiras de viver a Ortodoxia»

20. Quando chega a morte

Cedo ou tarde, todos nós seremos confrontados com esta realidade. Na medida de nossas forças e possibilidades é preciso que tratemos com toda atenção e cuidado o corpo da pessoa que faleceu, zelando para que a dignidade humana seja preservada também nesta hora. Deve-se providenciar um ataúde, o funeral e um enterro cristão.

Após a morte do corpo, a alma é acolhida no Paraíso, ou no inferno, até o juízo final. Os pedidos memoriais, os ofícios de Triságion fúnebre e as Orações pelos falecidos, durante a Divina Liturgia, trazem conforto aos familiares e ajuda as almas dos que faleceram.

Na hagiografia (relatos das vidas dos santos) há uma passagem sobre o Justo Macário o Grande, revelando que ele rezava constantemente pelos falecidos. Certa vez, no deserto, ele tinha visto um crânio que, pela força de Deus, lhe comunicou que as orações dos vivos pelos pecadores falecidos lhes obtinham alívio para seus sofrimentos.

«No interior da igreja, usam véus negros para a Comunhão»

É fundamental sepultar o falecido na terra, em uma sepultura.

A Igreja Ortodoxa condena a cremação, pois este costume vem de culturas orientais não cristãs que não acreditam na ressurreição.

Mesmo que um falecido tenha deixado o desejo que seu corpo seja cremado após morrer, os familiares podem falar com o sacerdote, pedindo autorização e bênção para que seja providenciado uma sepultura.

O Ofício do Triságion Fúnebre é celebrado em três ocasiões: no dia do aniversário de nascimento, do onomástico e nos aniversários de morte.

Podemos e devemos acender velas nas intenções dos falecidos.

O cemitério é um lugar de respeito e lá devemos ir para rezar pelos falecidos e não para outros fins. Profanar as sepulturas é pecado grave. Ao contrário, devem ser cuidadas e conservadas pelos familiares para que esteja sempre limpa, com flores e, quando possível, com velas acesas.

As viúvas devem vestir-se de luto pelo menos até 40 dias após o falecimento. Algumas mulheres vestem-se de luto e permanecem viúvas por toda vida.

No interior da igreja, usam véus negros para a Comunhão.

 

Voltar à página anterior Topo da página
NEWSIgreja Ortodoxa • Patriarcado Ecumênico • ArquidioceseBiblioteca • Sinaxe • Calendário Litúrgico
Galeria de Fotos
• IconostaseLinks • Synaxarion • Sophia • Oratório • Livro de Visitas