Portal Ecclesia Site Ortodoxia.com.ar (em espanhol)
A Igreja Ortodoxa Atualizações e notícias Seleção de textos Subsidios homiléticos para Domingos e Grandes Festas Calendário litúrgico bizantino Galeria de Fotos Seleção de ícones bizantinos Clique aqui para enviar-nos seu pedido de oração Links relacionados Clique para deixar sua mensagem em nosso livro de visitas Contate-nos
 
 
O Monte Athos Monastério STAVRONIKITA
 
 
 
  • Fundação: Século XI
  • Fundador: Patriarca Jeremias (reconstrução em 1540 A.D)
  • Dedicação: São Nicolau
  • Celebração: 06 de Dezembro
  • Contato (tel.):+ 30-237702-3255

MONASTÉRIO DE STAVRONIKITA é um dos menores do Monte Athos e ocupa a décima quinta posição na ordem hierárquica dos vinte monastérios Athonitas. Está situado na costa oriental da península, a uma altura de 50 m acima do nível do mar, tendo a forma de uma grande fortaleza. É o último dos monastérios construídos em Monte Athos e foi fundado pelo patriarca Jeremias em 1540, no mesmo lugar de um antigo monastério, cujo primeiro registro data do início do século XI. Mais ao sul do Katholikón eleva-se uma grande torre (fortaleza) e, em torno do monastério, foram construídos diversos edifícios auxiliares. Um aqueduto permitiu que a água fosse conduzida até o complexo monástico. Seu katholikon é dedicado a São Nicolau e foi construído entre 1527-1536 sob o comando do patriarca Jeremias. Sua arquitetura segue a tradição monástica Athonita, localizando-se no centro do monastério. O iconostase é obra de Theophanes de Creta, destacando o Milagroso Ícone de São Nicolau, em mosaico (foto abaixo), um dos exemplares mais raros deste estilo de arte bizantina. Possui, além do katholikón, seis outras capelas dentro e fora do monastério, a principal delas dedicada ao Precursor São João Batista. O refeitório está localizado no primeiro piso da ala sul e seus afrescos é obra de pintores da escola de Creta. A biblioteca guarda 170 manuscritos e milhares de livros impressos. No Museu estão conservadas diversas santas relíquias, vestes e objetos litúrgicos, cruzes preciosas entre outras obras de arte de grande valor.

Por diversas vezes foi destruído pelo fogo, em 1067, 817, 1864 e em 1879 e, nestes últimos anos, foi praticamente todo restaurado pelo Serviço de Arqueologia. Um grande número de monges habita atualmente o monastério que conserva a regra da vida cenobítica (comunitária) e ajudam no trabalho de restauração dos edifícios monásticos. O monastério possui uma hospedaria para os peregrinos e estudantes que o visitam.

 


 

Imagens pesquisadas na Internet

  • http://www.culture.gr/
  • http://www.skiouros.net
  • http://www.macedonian-heritage.gr/Athos
  • http://www.rollins.edu/Foreign_Lang/Greek/greece.html
  • Voltar à página anterior Topo da página
    NEWSIgreja Ortodoxa • Patriarcado Ecumênico • ArquidioceseBiblioteca • Sinaxe • Calendário Litúrgico
    Galeria de Fotos
    • IconostaseLinks • Synaxarion • Sophia • Oratório • Livro de Visitas